Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » Seminário Brasil e Portugal: interfaces entre história, patrimônio e memória

Jornal iTEIA

28.07.2014 - 10h35

Seminário Brasil e Portugal: interfaces entre história, patrimônio e memória

Cris Alves Enviado por Marcos Santana

ampliar Divulgação

Encontro, de 28 a 30 de julho, na
sede do Instituto Histórico, vai contar com um dos maiores especialistas sobre
órgão de tubos da Europa.


  O português António Simões, um dos mais
conceituados organistas e organeiros (intérprete e restaurador de órgãos
tubulares musicais), estará em Salvador entre os dias 28 a 30 de julho, durante
o seminário internacional “Brasil e Portugal: interfaces entre história,
patrimônio e memória”. A iniciativa é do projeto “Memória Musical da Bahia” e
tem o apoio do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, Gabinete Português de
Leitura e Mosteiro de São Bento.


Um dos objetivos do encontro é
assegurar a continuidade de um legado patrimonial que se formou durante os
séculos de colonização portuguesa (XVI ao XIX), com o desafio de preservar a
tradição organística na pós-modernidade. Além disso, pretende-se estabelecer um
diálogo contínuo entre Brasil e Portugal, sobretudo, no âmbito acadêmico,
institucional e profissional.


 Saiba mais: Os órgãos de tubos são instrumentos musicais mais
antigos da história da humanidade. Diversas iniciativas de valorização desse
segmento foram deflagradas nas últimas décadas, sendo intensificadas mais
recentemente, com a Campanha “Órgão Vivo: não deixe este órgão morrer!”.


Em 2014 a Campanha de Educação
Patrimonial Órgão Vivo completa dez anos. Durante este período foram realizadas
atividades de pesquisa, difusão e sensibilização comunitária sobre a
importância do órgão de tubos ou tubular, como patrimônio musical da Bahia e do
Brasil.


 Sobre o conferencista: António Jesus Simões nasceu em Pousaflores, Ansião
(Portugal). 
Estudou
engenharia e música em Coimbra. Dedicou-se ao ensino de Educação musical e a
música infantil. Em Barcelona, aprofundou os estudos técnicos sobre organaria,
profissão que passa a exercer a partir de 1984. Foi responsável pela
restauração de mais de 140 órgãos históricos, além de ter construído 5 órgãos
novos. Integra a APAO (Associação Portuguesa Amigos do
Órgão) e fe
z parte do grupo fundador do Coral Ansianense. É conferencista sobre a
organaria portuguesa, valendo-se dos seus conhecimentos de  cerca de 30
anos de atividade. É autor das publicações “Dicionário do Órgão”, “Patrimônio Religioso do Concelho de
Ansião”, “Manuel Augusto Dias, Joana Patrícia Dias
”.


 


 


PROGRAMAÇÃO:


28/7, às 15h – Mesa de abertura- IGHB/GPL/Consulado de Portugal


15h15 - Conferência  de abertura


Inventário dos órgãos portugueses: uma necessidade patrimonial


Dr. Antonio Simões (especialista em restauro e reforma de órgãos de tubos históricos em Portugal)


Interfaces da cultura portuguesa na Bahia (A Talha Neoclássica)


Prof. Dr. Luiz Freire (EBA/UFBA)


16h30 - Participações de representantes institucionais


Carlos Chenaud (Representação do MinC na Bahia)


16h30 – Apresentação musical


Raimundo Magalhães, Mestre em piano pela UFBa, Professor do CEEP


29/7 às 15h – Palestras sequenciais


Memória musical da Bahia: o órgão de tubos como patrimônio comunitário


Prof. Marcos Santana (Coord. da Camp. Órgão Vivo, vice-presidente da ABO


Educação patrimonial em Salvador: um diálogo com a tradição


Museóloga Bartolimara Souza Daltro


Restaurador e prof. José Dirson Argolo


16h30 – Depoimentos


Dr. Edvaldo Gomes Vivas (Promotor e Coordenador do NUDHEPAC) 


Tec. organeiro - André de Arruda Ferrão – Projeto do Orgão do Convento da Piedade


Dr. Artur Napoleão - Projeto do Órgão da Basílica do Bonfim


 17h30 – Apresentação musical do conjunto vocal IPACORAL


 


30/07, às 9h – Visita guiada à Basílica da Conceição da Praia


 


SERVIÇO:
Seminário: 28 a 30 de julho de 2014, das 15 às 17h
Auditório do IGHB  - Avenida Joana Angélica, 43 &

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo